O futuro da Terra Santa reside na unidade e na solidariedade. (João Paulo II)
Apague-se o círculo vicioso da violência, construa-se a paz duradoura baseada na justiça. (Bento XVI)

12.ª Oração Extraordinária de todas as Igrejas para a Reconciliação, a Unidade e a Paz (começando por Jerusalém, em coincidência com a semana de oração pela Unidade de Jerusalém)

 

OraoA PRÓXIMA EDIÇÃO DA ORAÇÃO EXTRAORDINÁRIA DE TODAS AS IGREJAS – UMA GRANDE ORAÇÃO DE INTERCESSÃO PELO NOSSO TEMPO

SERÁ REALIZADA EM 28 DE JANEIRO DE 2015 NA BASÍLICA DO GETSÊMANI EM JERUSALÉM, EM COINCIDÊNCIA COM A SEMANA DE ORAÇÃO PARA A UNIDADE EM JERUSALÉM.

O TEMA PRINCIPAL SERÁ O ECUMENISMO DO SOFRIMENTO.

A décima segunda Edição da Oração Extraordinária de todas as Igrejas para a reconciliação, a Unidade e a Paz será realizada a 28 de janeiro de 2015 às 17h00 da Terra Santa na Basílica do Getsêmani (também chamada de Basílica da Agonia), em coincidência com a semana de oração para a Unidade em Jerusalém. A oração extraordinária de 28 de janeiro de 2015 é hospedada e organizada pela Custódia franciscana da Terra Santa (encarregada da custódia dos Lugares Santos pela Igreja Católica Romana, ou Igreja Latina) e será presidida pelo Reverendo Custódio da Terra Santa, Pe. Pierbattista Pizzaballa.

Há muitos anos as Igrejas de Jerusalém atraem todos os Cristãos do mundo e todas as pessoas de boa vontade para se unirem em uma grande oração de intercessão em prol do nosso tempo. As várias Igrejas, que participam das orações organizadas pelas outras igrejas, se revezam na organização da oração. Elas se reúnem há várias décadas também para a semana de oração pela Unidade dos Cristãos. De fato, em Jerusalém, as Igrejas estão próximas uma da outra de modo único, pois todas estão presentes ao redor dos Lugares Santos. Aliás, as liturgias especiais ligadas ao serviço dos Lugares Santos encontram-se nas várias tradições eclesiais: elas formam, juntas, a especial «tradição de Jerusalém». As Igrejas de Jerusalém frequentemente lembram que a divisão da Igreja não veio de Jerusalém, mas sim de fora, e por graça do Senhor na Cidade Santa pode-se contemplar com estupor o Mistério da única Igreja de Cristo na sua diversidade, mais do que em qualquer outro lugar. A Oração Extraordinária de todas as Igrejas para a Reconciliação, a Unidade e a Paz, começando por Jerusalém, é fundada na fé da Igreja de Jerusalém, na sua vocação de ser ponto de partida para a Igreja, e de modo especial para sua Unidade, com o grande carisma da Pentecoste.

Neste tempo de prova terrível para muitos Cristãos no mundo e de modo especial no Oriente Médio, berço do Cristianismo, a oração de 28 de janeiro de 2015 se focará no tema do Ecumenismo do sofrimento, invocado durante a recente oração comum na Basílica do Santo Sepulcro entre S.S. Papa Francisco e S.S. o Patriarca Bartolomeu. A Basílica do Getsêmani, construída no próprio lugar onde Cristo iniciou a sua Paixão e sua grande oração Sacerdotal a Deus Pai, é um dos lugares mais ricos de significado para hospedar a oração e para a Igreja de Jerusalém, para se rezar em comunhão com o Corpo Sofredor de Cristo.

A celebração incluirá uma procissão dos líderes da Igreja e representantes das Igrejas de Jerusalém que levarão para os fiéis ramos de oliveira provenientes do jardim do Getsêmani. Ao término da oração, serão distribuídas pequenas garrafas de azeite abençoadas por todas as Igrejas, para se lembrar a unção crismal baptismal de todo Cristão, para se acompanhar as pegadas de Cristo, como sacerdotes, profetas e reis – até o martírio.

Como em todas as edições antecedentes da Oração Extraordinária, todas as Igrejas de Jerusalém e todas as comunidades cristãs e seus pastores de modo especial, são convidados a participarem pessoalmente. A oração será transmitida ao vivo ou diferido por vários canais televisivos cristãos no Oriente Médio, na Europa, na América do norte e do sul, e ainda, se for possível, na Ásia e na Austrália, em seis línguas, ao menos, para fazer com que todos no mundo possam se unir em comunhão espiritual com a oração de Jerusalém. Seguirá um documentário sobre a Custódia da Terra Santa, anfitriã desta edição.

A difusão da Oração Extraordinária é co-produzida, em apoio das Igrejas e comunidades de Jerusalém, pela Associação para a Promoção da Iniciativa de Oração Extraordinária (APEPI) e pelo Christian (já «Franciscan») Media Center (CMC), Jerusalém, que por sua vez contam com o apoio de canais televisivos cristãos especialmente comprometidos, como Canção Nova, Noursat, Telelumière e Maria Vision.

 

« Dezembro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            
© 2012 - Comissariado da Terra Santa em Portugal
Todos os Direitos Reservados.